Catch Me - 12º capitulo - That Should Be Me


 
 
 

Deveria ser eu segurando a sua mão, deveria ser eu fazendo você rir. Deveria ser eu, é tão triste. Deveria ser eu, deveria ser eu, deveria ser eu sentindo o seu beijo, deveria ser eu comprando presentes. É tão errado, não posso seguir sem você crer que esse deveria ser eu, deveria ser eu - Justin Bieber (That Should Be Me)




"I'm the kinda girl, who doesn't say a word. Who sits at the curb, and waits for the world. I'm about to break out, about to break out, i'm like a crook tonight"
Acordei ao som de Ready Or Not, Bridget Mendler. Passei a mão pelo criado-mudo em busca de meu celular, desliguei o despertador, e me perguntei por que diabos ele estava tocando, já que era sábado.
Logo lembrei. Hoje seria realizado o meu baile de formatura.
Sinceramente? Eu quero que essa festa se exploda. A única coisa que eu quero fazer hoje - aliás, a única coisa que eu quero fazer ultimamente - é me enfiar no sofá enquanto devoro um pote de sorvete, e assisto um filme dramático qualquer.
É, eu ainda não esqueci essa... Coisa que eu estou sentido pelo Justin. E quero esquecer, mas ao mesmo tempo eu não quero.
Eu não vou tentar acabar com o namoro dele ou coisa assim. Eu poderia, mas não vou. Eu vou esperar Christhyne dar o fora, apenas isso.
Isso aí, eu ainda tenho uma pequena esperança de que talvez, Justin e Christhyne não se casem, tenham filhos e vivam uma vida feliz.
Tenho fé. Muita, na verdade.
Sentei-me sobre a cama, passando as mãos pelo rosto e tentando achar coragem para levantar.
Depois de um tempo, levantei-me e fui em direção ao banheiro que havia ali em meu quarto - já que o encanador havia vindo consertar o encanamento do mesmo há um tempo atrás -, fiz minha higiene matinal, e tomei um banho.
Saí do banheiro enrolada em uma toalha, vesti uma roupa qualquer, e arrumei os cabelos, fazendo um coque alto - e bagunçado - neles.
Andei em direção há sala já esperando que Jade e Caitlin estivessem ali para me encher o saco com o assunto "formatura".
Mas, não havia absolutamente ninguém em casa.
Dei de ombros, mas comemorei mentalmente.
Logo minha felicidade acabou, pois as duas logo passaram pela porta - detalhe: cheias de sacolas.
Kath: É, minha felicidade sempre dura pouco - revirei os olhos e tentei ir até a cozinha, mas fui impedida pelas duas garotas entupidas de sacolas que estavas ali comigo, já que as mesmas me empurraram até o sofá, me fazendo sentar no mesmo.
Caitlin: Compramos o seu vestido! - ela exclamou animadamente.
Kath: Porque... - indiquei que elas continuassem.
Jade: Seu vestido para o baile de formatura, idiota.
Kath: O quê? Não, eu não vou ficar pro baile.
Caitlin: Por quê? - ela parecia... Decepcionada?
Kath: Tenho três razões. Primeiro, eu não tenho um par. Segunda, eu estou sem saco para aguentar essa droga. Terceiro, eu estou completamente, e inteiramente, sem saco para aquentar essa droga - aumentei o tom de voz na última frase.
Jade: Oh, coração partido dá TPM; nossa, bom saber - ela zombou.
Kath: Cala a boca, Jade - disse séria.
Caitlin: De qualquer jeito - ela mexeu em uma das sacolas que estavam com ela. - Nós compramos o vestido, e queremos que você use - ela tirou o vestido da sacola e me entregou.
Kath: Nossa - falei meio abobalhada. - É lindo.
Jade: Vamos ficar felizes, Caitlin. Ultimamente só o Justin tá deixando ela assim - ela zombou de novo.
Tirei meus olhos do vestido e a olhei brava. Peguei uma das almofadas do sofá e joguei contra ela, que desviou - infelizmente.
Kath: Apesar de tudo, obrigado - cerrei os olhos enquanto olhava as duas, mas logo voltou ao meu normal. - Vou fazer alguma coisa para comer. Querem também?
Jade: Claro - ela sorriu divertida.
Revirei os olhos antes de dar as costas as duas.

[...]

Meu nome foi chamado pela mulher que entregava os diplomas, o que me fez levantar e seguir até o palco que havia no patio principal de minha escola naquele momento.
Todas as pessoas mais importantes de minha vida estavam ali.
Amigos mais próximos - Chaz, Chris, Ryan, Jade e Caitlin -, o cara por que eu estou apaixonada - você sabe, o Justin -, infelizmente, acompanhado de sua namorada - quem, por acaso, não entra na lista de 'pessoas mais importantes' -, meus pais, tia Pattie, vovô Bruce e vovó Diane e... Bom, mais ninguém. Não existem muitas pessoas importantes na minha vida, outras pessoas que entram nessa lista não estavam ali.
Todos os citados acima estavam felizes por esse passo na minha vida.
Pena que eu não sentia o mesmo.
Até por que, essa formatura é apenas mais um detalhe.
Um detalhe que prova que eu já sou grande o suficiente para passar por cimas de todas essas complicações que estão acontecendo ultimamente.
Que prova para mim mesma...
Depois de pegar o diploma, sorrir para a foto, e mover o cordão pendente do capelo para o lado contrário, voltei ao meu lugar. Mas, antes olhei as pessoas que sorriam para mim à algumas cadeiras de distancia. Era bom saber que eles estavam felizes.
Logo, tudo aquilo acabou, e eu logo tratei de tirar a tal beca, e tentar me juntar a todo o pessoal - bom, dá pra entender à quem me refiro quando falo pessoal, certo? - já que sabia que Caitlin e Jade provavelmente iriam apressá-los para que eu ficasse no baile.
Depois de correr um pouco - vulgo, muito - cheguei até eles, que estavam no estacionamento.
Kath: Yo, tem espaço para mais um no carro? - sorri amarelo.
Justin: Não vai ficar pro baile? - senti seu olhar confuso sobre mim.
Abri a boca para falar, mas Jade me interrompeu.
Jade: É claro que ela vai - ela aumentou o tom de voz, e olhou diretamente pra mim: - Vai ficar pro baile, sim.
Kath: Não vou, não - disse séria.
Justin: Tem lugar no carro, sim - ele sorriu sincero para mim, e eu retribui, meio boba, claro, mas logo me recompus.
"Sem dar bandeira, Katherine. Sem dar bandeira" Repeti para mim mesma, mentalmente.
Justin entrou no banco do motorista, o que me fez finalmente reparar que aquele era seu carro. É, minha lerdeza nunca me abandona.
Christhyne entrou no banco-passageiro, infelizmente, Jade, Caitlin e eu fomos atrás, e os garotos provavelmente foram no carro de Ryan, já que é o único dos três que possui um carro.
Justin: Para onde vamos? - ele virou um pouco o rosto, enquanto mantinha uma das mãos sobre o volante.
Kath: Onde iria se não estivéssemos aqui?
Justin: Eu iria para casa.
Jade: Vamos pro nosso apartamento - ela falou animada, o que fez todos a olharem estranho. Qual é? Ela é a Jade! A Jade não costuma ficar animada. - O que foi? É que faz um tempão que não passamos um tempo lá, e além do mais, eu fui ao mercado hoje de manhã, então ninguém vai passar fome.
Kath: Então... Rumo ao prédio May Kay! - disse tentando fazer uma voz mais grave, o que, bom, foi totalmente falho e acabou se tornando motivo de risada para todos os seres humanos dentro daquele carro.
Justin deu a partida, e depois de muita conversa sem-noção, estávamos em frente ao prédio.
Saímos do carro, e seguimos até entrada.
Subimos as escadas normalmente - bom, nosso normalmente - e logo chegamos até o apartamento. Corri até meu quarto e me tranquei lá dentro, logo tirando o vestindo e o salto alto, que eram realmente incomodativos, e vestindo algo confortável.
Voltei a sala e encontrei todos jogados no sofá, exceto por Christhyne, que estava sentada corretamente. Jade levantou-se e foi até a cozinha, onde começou a fuçar nos armários.
Andei até a estante da sala e me ajoelhei perto do suporte de cd's, procurando algo que pudesse animar o lugar.
Justin: Posso chamar os garotos? - escutei sua voz e virei-me para ele.
Kath: Por quê?
Justin: Sei lá, eu sou o único cara num lugar cheio de garotas. Isso seria muito gratificante para mim há 5 anos atrás, mas hoje em dia, não é mais - ele olhou pro nada, como se tivesse falado besteira. - Quer dizer, não tanto assim.
Jade: Justin, deixa quieto, okay? Já basta você de idiota aqui - ela retrucou, mesmo estando na cozinha. É, ela ainda está lá.
Caitlin: É, Jade está certa.
Justin: Chaz é seu namorado - ele falou, meio indignado.
Caitlin: Não nego a idiotice de meus namorados. Quando estávamos junto, eu negava a sua? - ela perguntou com um tom brincalhão.
É, ela não deixaria essa passar.
Ri baixinho, ao ver a cara de tacho de Justin.
Christhyne: Hã? - ela me pareceu confusa.
Jade: O quê? - ela logo se pronunciou.
Christhyne: Nada, nada - ela balançou a cabeça e logo abriu um sorrisinho. Okay, né.
Desisti de mexer nos cd's e resolvi procurar um filme legal. Peguei o primeiro que vi: O Chamado 2. Já estou cansada de ver esse filme, mas vai ele mesmo.
Kath: O Chamado 2? - perguntei depois de levantar-me e parar em frente à TV.
Caitlin: Claro - ela deu de ombros.
Coloquei o DVD para rodar e peguei o controle, logo me jogando no sofá, entre Justin e Caitlin.
Kath: Eu acho que vou pegar no sono vendo isso mais uma vez - disse depois de dar 'play' no filme. Um pouco depois Jade apareceu com 3 vasilhas gigantescas, cheias de guloseimas - Oh, come at me bro - disse e logo peguei uma daquelas vasilhas, que, logicamente, seria só minha.
No decorrer do filme, nada de mais aconteceu. Quer dizer, isso se você considerar eu chamando a Rachel Kelly de burra um nada.
Levantei-me, trazendo minha vasilha junto, e sentei ao lado de Christhyne.
Vamos fazer amizade, uê? Ela está acabando com a minha vida, mas ela não sabe disso. Ela não tem culpa. E além do mais, ela é quietinha, é preciso que alguém vá conversar com ela.
Kath: Hey Christhy - sussurrei, por conta do filme.
Christhyne: Oh, hey! - ela me mandou um sorriso sem-graça, e logo voltou a olhar o filme.
Kath: Será que nós podemos conversar? - falei tentando parecer animada. Ela assentiu, e eu levantei e andei até a montanha de almofadas que eu mesma tinha feito na sala. Me joguei ali, e Christhyne ficou em pé na minha frente. - Você pode sentar - disse enquanto sorria, provavelmente como uma retardada, pois ela me olhou estranha.
Christhyne se sentou ao meu lado, mas meio afastada, e eu continuei sorrindo para ela.
Quando abri a boca para falar, ela me interrompeu.
Christhyne: O que você quer falar comigo? Você acha que eu não sou boa o suficiente para a seu amigo? Quer me mandar cair fora? Por que eu... - ela falava meio desesperada, e a situação foi realmente engraçada. Mas, eu segurei o riso.
Kath: Hey, calma! Eu só achei que eu devia tentar ser sua amiga, te conhecer, sei lá.
Christhyne: Por causa do Justin? - ela arqueou uma sobrancelha.
Kath: Não - fiz uma careta estranha. - É que eu sou uma pessoa extremamente educada - sorri feito uma idiota, de novo.
Por favor, não me pergunta por que eu estou fazendo isso.
Christhyne: Okay... Me faz uma pergunta, então.
Kath: Hã... Não sou boa com essa coisa de começar assunto - falei normalmente, e Christhyne riu. Não deveria ser engraçado, mas... Okay.
Ela tirou seus olhos de mim e olhou para outro lugar, não me permiti seguir seu olhar.
Christhyne: Justin e Caitlin já namoraram mesmo? - ela me perguntou meio insegura.
Kath: É, por quê?
Christhyne: Nada, só que é estranho, sabe? Não existe "aquela'' tensão entre eles.
Kath: Bom, não é preciso que exista. Eles não tem essa paranoia.
Christhyne: Continua sendo estranho.
Kath: Não esquenta com isso. Não existe nada entre eles, se é isso que você tá pensando - sorri tentando passar confiança, e ela me retribuiu sorrindo também.
Levei meu olhar a Justin, e o vi sorrir em nossa direção, o que me fez sorrir mais ainda.
Então, a minha teoria de que sorrisos curam a dor é verdadeira. Mas, no meu caso, ela é meio diferente.
Os meus sorrisos não curam minha dor. Mas, os dele sim.



You spend my head right round, right round, when you go down, when you go down, down...
Finjam que eu sou normal, please.
Anyway, gostaram do capitulo? Espero que sim.
Então... I Have nothing to say...
Então.... FELIZ 12/12/12 PARA TODO MUNDO!
Repeat, finjam que eu sou normal, please.

6 comentários :

  1. Poxa, vc demorou tanto pra postar, fiquei deprê... Enfim, adorei o capitulo, como sempre, mas... arr, eu acho que eu nem se quer aguentaria ficar no mesmo local com a garota que ta com o cara que eu gosto, e olha que não é qualquer garoto, É O JUSTIN! ~le eu tendo realmente um ataque de ciumes. rs, enfim, continuam e faça meu coração sorrir. :D

    ResponderExcluir
  2. Perfeição define, amando mais que tudo. hahaha :) FELIZ 12.12.12 Pra ti tbm u-u bjão e continua.

    ResponderExcluir
  3. Perfeição define, amando mais que tudo. hahaha :) FELIZ 12.12.12 Pra ti tbm u-u bjão e continua.

    ResponderExcluir
  4. http://mybeautybieber.blogspot.com.br/2012/12/outro-selinho-o.html GANHOU UM SELINHO PRINCESA

    ResponderExcluir