Catch Me - 24º capítulo - I Would



how cute is that?

Se eu pudesse levar a dor embora e por um sorriso no seu rosto, baby, eu faria. Baby, eu faria. [...] Fugir para uma cabana distante, nós estamos vivendo um sonho americano [...] E eu sei, nunca vai ser tão fácil
Mas eu sei que ele quer que a gente tente. [...] Sim, não é sobre o que eu quero, é sobre tudo o que você precisa - I Would (Justin Bieber)




Encolhi-me mais ainda no sofá quando escutei o timer do meu celular me informar que já haviam passado dois minutos, e que provavelmente meu chocolate quente já estaria pronto.
Passei alguns minutos tentando me desenroscar dos quatro cobertores que estavam em cima de mim, e então fui até a cozinha.
Era inverno aqui no Canadá, e eu não sou muito chegada a toda a neve e o frio exagerado. Na verdade, eu odeio essa época do ano aqui.
Bom, haviam passado exatamente um mês desde que “tudo aconteceu”. Justin e eu estamos namorando – é tão bom dizer isso -, e somos amigos. É a relação perfeita.
Não somos o tipo de casal meloso. Estamos sempre zoando um com o outro, e rindo de bobeiras. 
Nós voltamos a ser o que éramos antes. Melhores amigos.
Mas, desta vez, melhores amigos que se amam... De uma forma mais profunda, eu diria.
Sentei no sofá, e joguei todos os cobertores por cima de meu colo.
Escutei um latido fraco e sorri olhando a bolinha de pelos no chão.
Estiquei meu corpo, colocando a xícara de chocolate quente na mesa de centro. Peguei Hugsy, o coloquei no sofá, e ele logo se deitou em cima dos cobertores.
Peguei a xícara, e levei-a lentamente até a boca, para que não acabasse queimando a língua. Mas, foi uma tentativa falha, já que a porta foi aberta, fazendo com que eu me assustasse e acabasse fazendo o que temia: queimar a língua.
Soltei um “shit!” em alto e bom som, e virei o corpo me preparando para matar o ser humano ali, mas, acabei me decepcionando por não poder cumprir o ato. Afinal, eu não conseguiria matar Justin.
Justin: Bom saber que minha visita é importante pra você – ele disse levantando levemente as sobrancelhas, provavelmente se referindo ao meu “shit!”.
Kath: Desculpa, eu só me assustei com a porta e acabei queimando a língua – disse, voltando a por a xícara na mesa de centro, e deixando que um bico se formasse em meus lábios.
Justin: Como você se assusta com o barulho da fechadura? – ele disse enquanto se aproximava de mim. Selou nossos lábios, e deu a volta, jogando-se ao meu lado no sofá. Soltei uma risada, e voltei a minha posição normal.
Justin colocou o braço sobre meus ombros, e beijou meu rosto. Fechei os olhos por um instante, mas logo os abri, vendo Hugsy pular do sofá para o chão e ir até o meu quarto.
Justin: Eu acho que ele está com ciúmes – escutei seu sussurro perto de meu ouvido e ri.
Kath: Não – neguei com a cabeça. – Ele sabe que é mais importante – provoquei, com um sorriso brincalhão nos lábios.
Justin: Nossa. Muito obrigada – sua ironia fez meu sorriso crescer.
Kath: Estou brincando – sorri e Justin me acompanhou. – Os dois são igualmente importantes – minha expressão se tornou séria e o sorriso de Justin faleceu.
Justin: Melhor do que nada, certo?
Kath: Completamente certo – disse, pegando seu rosto em mãos e o beijando. – Mas, estou frio – de repente, deitei-me no sofá, pondo a cabeça no colo de Justin e voltando a por todos os cobertores por cima de mim.
Justin: Claro que está – ele riu. – Lembro que quando éramos pequenos, você era a única criança que não saia de casa para brincar na neve.
Kath: Porque não gostava do frio – voltei a sentar no sofá, pegando a xícara de chocolate quente e levando-a até a boca.
Justin: Como isso é possível? – ele semicerrou os olhos. – Eu quero dizer, você nasceu e viveu toda a sua vida no Canadá. Devia ser acostumada com o frio.
Kath: Eu seria, se gostasse dele – afirmei, fazendo uma careta.
Justin sorriu de forma estranha para mim, e eu sorri de volta, enquanto deixava a xícara sobre a mesa de centro, e voltava a deita a cabeça em seu colo.
Senti os dedos de Justin começarem à mexer em meus cabelos, e, instantaneamente, meus olhos se fecharam.
Kath: Se continuar fazendo isso, eu vou dormir – falei, tentando manter os olhos abertos. Estava com sono, por ter acordado cedo.
Justin: Se dormir, eu vou te acordar, mas não de um jeito legal – ele disse, e eu o olhei, lhe mostrando a língua. Justin riu da minha infantilidade, e então voltou a falar: - Que tal sairmos?
Kath: Então, qual parte dos milhões de “eu não gosto do frio”, você não entendeu?
Justin: Ah, por favor. Estamos no inverno, eu gosto de estar no meio da neve nessa parte do ano - e então, fez aquela carinha de cachorrinho que acabou de cair do caminhão de mudança, e eu não pude dizer não.
Kath: Tudo bem – disse derrotada. – Só vou vestir algo mais quente.

[...]

Eu usava três camadas de roupas, e ainda sentia frio. Já estava começando a achar que aquele frio todo era coisa de minha cabeça.
Kath: Para onde estamos indo? – perguntei à Justin, que estava dirigindo.
Justin: Surp... – o interrompi antes que ele falasse aquela palavra tosca e idiota a qual eu odiava.
Kath: Não – praticamente gritei. – Você sabe que eu odeio surpresas.
Justin: Tudo bem. Estamos indo para um campo meio afastado da cidade. Ele costuma ficar perfeito no inverno – ele comentou, e eu sorri. Eu não gostava do inverno, do frio e de tudo, mas, eu não podia negar que a neve deixava tudo mais mágico.
Kath: Hm – foi o consegui dizer.
Liguei o som do carro, e pus na minha rádio preferida. Passava “The Reason” do Hoobastank. Sorri. Eu amava aquela música.
Passei o caminho inteiro cantarolando as músicas que passavam na rádio, e, claro, dando uma de “burro do Shrek” e perguntando à Justin se estávamos chegando a cada dois minutos.
Depois de mais ou menos 40 minutos de estrada. Justin estacionou o carro no meio-fio do que me parecia ser uma pracinha.
Kath: Não iríamos para um campo? – perguntei confusa.
Justin: E vamos. Vem comigo – ele pegou em meu pulso, me puxando junto com ele até um conjunto de pinheiros alinhados perfeitamente.
Passamos pelos pinheiros, e então, eu me vi em um campo completamente branco pela neve e rodeado por pinheiros. Era realmente mágico.
Kath: Isso é... – senti uma bola de neve se chocar contra as minhas costas, e então minha expressão abobalhada tornou-se indignada. – Incrível.
Virei-me, e então vi Justin, com uma expressão debochada. Ele jogou outra bola de neve em mim, e então eu quis minha “vingança”.
Fiz uma bola de neve, e joguei na direção de Justin. Acertei seu rosto, e então o vi olhar diabolicamente para mim. Ele limpou o rosto e então começou a correr em minha direção.
Eu até consegui escapar por alguns minutos, mas logo Justin agarrou minha cintura. O impacto foi grande, por estarmos correndo, então acabei caindo no chão, com Justin por cima de mim.
Justin: Te peguei – ele esbanjou um de seus melhores sorrisos, e aproximou-se, colando seus lábios nos meus.
Eu amava aquele garoto, muito mais do que amava até a mim mesma. Ele era o meu pedaço de felicidade, e sem ele tudo iria por água abaixo.
Era ele quem me fazia feliz, e era assim que eu queria que continuasse sendo.
Pelo resto de minha vida.


Hey again, sweet pies!
Espero que tenham gostado do capítulo.
Ah, esqueci de perguntar no cap. anterior: gostaram do layout novo do blog? 
Me deem sua opinião.
Bye, cupcakes!




5 comentários :

  1. AAAAAAAAAAAAAAAAH, crl, que perfeição é essa véi? Péra, vou ali morrer e já volto #parei. Menina, o que tú faz nos teus dedos? Macumba, né só pode, pra escrever uma coisas tão lindas dessas U-U leitora nova aqui z/' cra, eu gamei muito nessa fanfic, tipo, que perfeição mâno. Posta logo o próximo capítulo pelo amor do papai da bicicletinha, pris. Já to morrendo de tanta curiosidade, ai Jesus, socorro! Divulga o meu blog e lê? *OOOO* sei que ele não é tão foda quanto o teu, mas dá pro gasto né? http://wehaveswaggy.blogspot.com.br/ Continua frôr, pris. 2 bjs da cover da Megan Fox, sqn. ;3

    ResponderExcluir
  2. Posta logo o proox caralho!!! -lau

    ResponderExcluir
  3. QUE IB FODAAAAAAAAAAAA. CONTINUA PELO AMORRRRRRRRR!!

    Enfim. Oi Kath, sou leitora da sua IB e vou criar uma IB. Gosto muito dos teus lays (principalmente do imaginebeliebertshawtymane). Enfim, queria saber se voce podia fazer o desi gn do meu blog. Tenho uma pagina de quase 40MIL likes e podia divulgar teus blogs la em troca Obrigado princesa, te mandei uma solicitacao de amizade no facebook! Meu nome é Ray Kayane. FACEBOOK: https://www.facebook.com/ray.kayane

    ESPERO QUE ME RESPONDA LOGO, URGENTE! Beijos

    ResponderExcluir
  4. Comecei a ler a pouco tempo e só tenho uma coisa a falar: 'Simplesmente PERFEITO!'

    Demais sua IB cara,ameeeeeeeiiii!!*----*

    Coooooontinua logo pleaseee!!

    Divulga?Desde obg!
    http://allanabelieber13.blogspot.com.br/

    Bjs :*

    ResponderExcluir