Catch Me - 10º capitulo - Heartache


Nada pode curar a minha dor de cabeça. Porque eu estou experimentando o que eles chamam de coração partido, vai doer mais enquanto eu ficar aqui. Eu sei, mas, apenas deixe-me descansar aqui, porque isso é algo que eu posso afastar. Devo estar experimentando o que chamam de coração partido, dizem que piora quando você tenta esquecer. Eu sei, mas, apenas deixe-me descansar aqui - Justin Bieber (Heartache)



Passei por tudo aquilo que estava sentindo, e me levantei, tinha que sair dali o mais rápido possível.

E eu teria saído, se Justin não tivesse me percebido ali.
Justin: Katherine! - o escutei gritar. Então virei-me com um sorriso forçado no rosto.
Kath: Justin, eu estava esperando por você! - caminhei até ele e a menina que era totalmente estranha pra mim, mas, que já tinha uma parte do meu ódio guardado só pra ela.
O sorriso forçado permanecia em meu rosto, e ele não era nada na frente do sorriso verdadeiro dos dois.
Olhei para Justin, e sorri verdadeiramente ao encarar seus olhos lindos e seu sorriso maravilhoso. Ainda me sentia confusa. Como eu começei a sentir tudo isso? Quando eu começei a sentir tudo isso? Eu não sabia, mas sentia, eu realmente sentia.
O olhei mais profundamente, esperando que ele falasse algo, tipo: quem era aquela garota e o que ela estava fazendo aqui.
E parece que funcionou, pois ele começou a falar.
Justin: Hã... Essa é a Christhyne. Christhyne, essa é a Katherine - ele nos apresentou, e a garota estendeu a mão pra mim.
Apertei a mão dela, fiz questão de pensar em algo bom para lhe dar um sorriso digno, eu teria que fingir bem, não? Pelo menos aqui.
Christhyne: É tão bom te conhecer, Justin falava tanto de você - ela soltou minha mão.
Kath: Espero que ele tenha falado bem - alternei meu olhar sobre os dois e o sorriso falso tomou conta do meu rosto de novo.
Christhyne: Claro que sim, ele gosta muito de você, é a melhor amiga dele certo?
Kath: È, esse é o meu "cargo".
Justin: Hey, seu cabelo não é mais azul...- ele esticou a mão pra tocar meu cabelo, e eu acabei estremecendo ao seu toque. - E é escuro de novo - ele sorriu divertido.
Cara, isso tem que parar....
Kath: Percebeu agora? - tentei disfarçar, sorrindo do mesmo modo.
Jus: É... - ele tirou a mão do meu cabelo, e eu ri. - A Jade cortou o cabelo?
Kath: Cortou, e você vai perceber assim que ver.
E o silêncio se instalou entre nós.
E aquilo parecia até constrangedor, pelo menos pra mim.
Kath: Podemos ir? - falei depois de um tempo.
Justin: Claro.
E então, eu dei as costas, desfazendo totalmente o meu sorriso falso e começando a andar para fora daquele lugar, onde, aliás, eu não deveria ter posto os pés.

[...]

Kath: Justin... Aeroporto... Não sozinho... Christ... - cheguei berrando no meu apartamento; tinha que falar com a galera antes do Justin aparecer, isso, claro, por que eu disse pro Justin que todos estavam aqui, dai ele resolveu passar aqui antes de ir para casa, então vim correndo pelas escadas, o que resultou em: uma eu sem fôlego.
Me apoiei no balcão da cozinha, e vi todos virem em minha direção.
Chris: Acho que ela tá tentando dizer alguma coisa - o olhei com raiva, ainda tentando controlar meu fôlego.
Vi Justin passar pela porta, junto com a garota.
Todos encararam eles, e depois me encararam , com o olhar profundo, tentando passar força, talvez. Desviei o olhar pra baixo, enquanto tentava ficar em pé do jeito do certo.
Justin: Jade, o que você fez no cabelo?
Jade: Yo, Bieber; me inspirei no seu antigo haircut. Agora eu também tenho cabelo á la Mario Cart - ela falava empolgada.
E então, eu ri, não pela fala de Jade, até por que, pra mim, Justin nunca foi tão fofo como quando ele usava aquele cabelo, mas sim, pela cara que ele fez. Ela fez uma coisa inaceitável para ele, zoou o cabelo que ele tanto - vulgo, realmente - amava.
Ele parecia querer esquartejar ela ali mesmo, mas não o fez, claro, para não passar uma "má imagem' pra namoradinha... Só acho.
Justin: Isso... Isso é plagiação - ele disse depois de piscar os olhos irritado..
Jade: Não, isso é inspiração - ele a ignorou.
Justin: Bom, a ignorante ali é a Jade, do lado dela é o Chris, Caitlin e Chaz, que alías, estão juntos, e Ryan - ele apresentou todos á garota.
Jade: ignorante, é, falou. Mas, cuidado, por que eu sei onde tem cogumelos - ela falou séria.
Sorri para o chão, lembrando dessa e de tantas outras coisas que o faziam ser perfei... Eu vou esquecer essa droga de sentimento!
Caitlin: Cala boca, Jade - ela foi até o balcão, sentou num banco, e encostou os cotovelos ali, segurando o rosto com as mãos e olhando atentamente para Justin e a Tal Christhyne. - Então, vocês estão namorando? - eles assentiram sorrindo, e ela sorriu também. - E como isso aconteceu? - revirei os olhos pela curiosidade dela, e, bom, essa era a última história que eu pretendia ouvir naquele momento.
Justin: Bom, eu e Christhyne nos conhecemos no final do ano passado, quando fomos para Califórnia, lembram? E acabamos nos encontrando na faculdade, já que ela também cursa lá... E, acabamos juntos - ele falava sorrindo alterando seu olhar entre a garota e todos que o olhavam curiosos, e tinha seu braço em volta da cintura da mesma.
Um acesso de raiva me atingiu depois de ver aquela cena - por mais tosca e clichê que ela fosse -, o que me fez ir até a geladeira e abri-lá, enfiando minha cabeça ali, e pressionando a porta na mesma.
Pena que aquilo não cortava.
Jade: Nossa, você é tão bom em contar histórias, Bieber - sua voz saiu junto de uma tonelada de ironia. Ela estava reclamando, então? Eu estava agradecendo por ele não ter entrado em detalhes. - Mas, de qualquer jeito, cadê minha guitarra? - logo a escutei gritar e deduzi que Justin teria entregado a guitarra à ela. Guitarra que eu nem ao menos percebi que estava com ele.
Então, todos começaram a falar coisas sem nexo algum, enquanto eu tentava fazer com que a porta da geladeira passasse direto pela minha cabeça e decepasse a mesma naquele exato momento.
Justin: Katherine... - escutei sua voz, e logo tirei minha cabeça de dentro da geladeira, provavelmente, com uma expressão assustada no rosto. Justin sorriu enquanto colocava um espécie de gaiola em cima do balcão da cozinha. Aproximei-me e ele passou a mão em um lugar qualquer daquela ''gaiola'', abrindo-a. Vi uma pequena bolinha de pelos sair dali e pular em cima de mim.
Kath: Oh, meu Deus! Não sabia que levaria a sério - sorri, aliás, não tinha como não sorrir.
Justin: Mas eu levei - ele sorriu.
Encarei o filhote em meus braços, e meu sorriso aumentou - se é que isso era possível.
Kath: Obrigada!
Justin: De nada - fiquei apenas o encarando por um tempo. Ele fez uma careta estranha. - Uh, tem algo de errado comigo?
Kath: Não, nada. Por quê? É proibido olhar para seu rosto agora? - arqueei a sobrancelha esquerda, tentando começar um motivo pra risos.
Justin: Não, nunca - ele prolongou o 'não', enquanto levantava as mãos em sinal de rendimento, acompanhando minha tentativa. Logo caímos na risada. - Eu tenho que ir.
Kath: Já?
Justin: Tenho que arrumar tudo, e ainda estar pronto pra ir para a faculdade ás 2:00pm
Kath: Ah, tudo bem - tentei sorrir.
Justin me mandou um último sorriso, para depois chamar a garota que conversava timidamente com todos ali. Os dois saíram enquanto acenavam para todos, sorrindo.
Coloquei o filhote canino que estava em meus braços no chão, logo corri até o sofá, onde me sentei.
Kath: Minha vida é um droga! - exclamei antes de cobrir o rosto com as mãos.


This kiss is something I can't resist, Your lips are undeniable, This kiss is something I can't risk, Your heart is unreliable ... Apenas viciada nessa música... Problem?
Enfim... Pequena pergunta: sou anormal por escutar My Boo? Tavam me criticando, por isso agora à pouco...
Anyway, gostaram do capitulo? Tá tudo confuso, né? Vocês vão começar a entender a Katherine só no próximo capitulo...
Que droga, gente! Tô arrependida de ter colocado meu nome na personagem principal da fic... Sério, ela merecia um nome melhor... 
Tipo, eu iria por Demi - por que eu imagino a garota como a Dems, o que todo mundo já percebeu, por que sempre ponho manips de Justemi no capitulo -, nunca tinha feito uma fic Justemi, e tava animada sobre isso, ai me disseram que não ficaria legal, eu fiquei irritada e pus o primeiro nome que pensei, que infelizmente foi o meu.
Okay, né? Ninguém quer saber... 
A Annie vai postar o prologo da fic dela, aqui, hoje eu acho. E eu posso assegurar à vocês que a história é maravilhosa e vale a pena ler.
Qualquer erro no capitulo, ignora. Eu revisei, mas eu sou lerda, então talvez tenha ficado algo. 
Anyway again...
Bye, my girls!
#HappyBDayJaxo 
#1123
#LetMeBeHappy ¬¬'
 Oh, I knew you were trouble when you walked in, So shame on me now. Flew me to places I'd never been, Now I'm lying on the cold hard ground. Oh, oh, trouble, trouble, trouble... Apenas viciada nessa música também... Problem?



4 comentários :

  1. aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, tipo ta mt perfeito manow, to mt anciosa, acho que vou morrer. NÃO, não posso morrer antes de vc terminar a sua fic. HAHAHA. Enfim, é normal sim vc escutar My boo, é tão... oww!
    Please posta logo antes que eu tenha um infarte

    ResponderExcluir
  2. Continuaaaaaaaa Pleasee

    ResponderExcluir
  3. Katy, perfeito, perfeito. Só nao a parte q ela sofre huahuahua :c continuaaaa, amo histórias assim, q eles demoram um tempo pra ficarem juntos haha Por mim continua, vou infartar haha bjs bjs

    ResponderExcluir
  4. Katy, perfeito, perfeito. Só nao a parte q ela sofre huahuahua :c continuaaaa, amo histórias assim, q eles demoram um tempo pra ficarem juntos haha Por mim continua, vou infartar haha bjs bjs

    ResponderExcluir