Catch Me - 4º capitulo - Die In Your Arms



Oh, se há uma razão para me chamar de tonto, porque amo com muita vontade. Existem regras, querida? Essa é a última vez, e, querida, ensine-me a me comportar. Apenas me diga o que tenho que fazer, só para ficar bem perto de você. Oh, não consigo evitar, sou egoísta, não poderia te dividir. Isso partiria o meu coração, honestamente, a verdade é que se eu pudesse simplesmente morrer em seus braços, eu não me importaria, porque sempre que você me toca, eu simplesmente morro em seus braços. Oh, parece ter correto. Então, querida, querida, por favor não pare, garota - Die In Your Arms (Justin Bieber)



P.O.V. Katherine

Escutei a porta rangendo, e deduzi que alguém estaria entrando no quarto.
Kat: Quem tá ai? - gritei de dentro do closet, onde eu estava.
Xx: Tá dentro de um filme de terror, Kat?
Conheço essa voz, e a piada irônica mais ainda.
Kat: Jade?
Jade: Claro, boba. Acho que era quem? O Ghost face? - ela riu, apenas revirei os olhos. - Tá, legal. Eu estou falando contigo, mas eu não faço a minima ideia de onde você está.
Kat: Eu estou no closet. Espera um pouco.
Terminei de vestir-me, e saí do closet. Jade correu em minha direção me abraçando forte, devolvi o abraço, e logo ela me soltou.
Jade: Senti sua falta - ela sorriu.
Kat: Não pareceu, depois da patada que me mandou - sorri também e me afastei dela, indo até a porta e fazendo um gesto para que ela passasse. Ela saiu e eu saí depois, fechando a porta.
Jade: Ah, é só meu jeito - ela deu de ombros. - Vai com a gente, não é? - arqueei a sobrancelha, confusa. - Ah, é, preciso explicar algo antes de começar a falar, não é? - assenti. - Então, eu fui aceita na William's Sonner - ela sorriu. - Daí, eu tive que ir bajular o Bieber, para que ele me levasse, já que tinha a possibilidade de ele também estar indo lá... - ela falava enquanto andávamos até a escada e descíamos a mesma. - ... E por que eu ainda não tenho um carro... Na verdade, eu nem tenho carteira por que meus testes de direção são uma droga total e... - a interrompi.
Kat: Jade, se respira a cada ponto final - falei calma, e acabei recebendo um tapa no braço.
Saímos de casa, e avistamos Justin, do outro lado da rua, já dentro do carro. Acenei para ele e o vi sorrir, Jade riu um pouco do meu lado - por um motivo desconhecido por mim -, e depois saiu caminhando até Justin. Acompanhei ela.
Jade: Eu vou atrás - ela meio que ''festejou'' com um pulinho.
Okay, pessoas normais brigam pra ir na frente, a Jade briga pra ir atrás. Vai entender.
Kat: Tudo bem - a olhei estranho. Ela entrou no carro, seguida por mim.
Vi Justin rir fraco, enquanto dava a partida no carro.

[...]

Logo chegamos à William's Sonner. Meu Deus, isso parece um palácio, minha expressão devia ser no minimo hilaria agora. Tentei falar algo, mas não saiu.
Jade: É, é incrível. Vem - ela saiu me puxando para dentro daquele... Reino da música.
Lá dentro era tudo pintado de um azul bebê. Em alguns corredores, apenas os armários, que eram da cor azul ametista, se destacavam.
Jade me puxou até uma sala qualquer ali - ela parecia conhecer tudo.
Dentro daquela sala, haviam vários tipos de instrumentos musicais. De violões à guitarras. De baterias à pandeiros. De trompetes à violinos. De pianos à apenas teclados. Tudo.
Jade: Toca algo comigo? - ela veio até mim e me entregou um violão, pegou um outro e depois me olhou com aquela cara pidona dela. Ri assentindo, ela sorriu e saiu saltitando até uns bancos que haviam ali. Sentou em um deles, e me mandou sentar em outro que estava ao seu lado. Sentei.
Kat: O que quer cantar? - disse enquanto posicionava o violão sobre minhas pernas, e dedilhava as cordas do mesmo.
Jade: Que tal uma música sua? - ela sugeriu. Fiz careta. - Ah, por favor...
Kat: Podemos cantar uma música sua depois?
Jade: Desafio aceito - ela sorriu. - Então, o que vamos cantar?
Kat: Qual das minhas músicas você conhece?
Jade: Bom, eu passei o verão inteiro dedilhando Lightweight...
Kat: Mas, eu nunca te mostrei essa música - falei espantada.
Jade: Suas letras desaparem por um motivo, não é? - ela sorriu vitoriosa. Revirei os olhos.
Jade começou a dedilhar as notas no violão, começando a cantar em seguida.

The slightest words you've said
Estas frases são palavras que você disse
Have all gone to my head
Foram todas para a minha cabeça
I hear angels sing, in your voice
Eu ouço anjos cantarem, na sua voz
When you pull me close
Quando você me puxa para perto
Feelings I've never known
Sentimentos que eu nunca conheci
They mean everything
Eles significam tudo
And leave me no choice
E não me deixam alternativa

Cantei o primeiro pré-hook junto à ela, e logo em seguida o refrão também.

Light on my heart
Luz em meu coração
Light on my feet
Luz sobre os meus pés
Light in your eyes
Luz em seus olhos
I can't even speak
Eu não posso nem falar
Do you even know
Você sabe ao menos
How you make me weak
O quanto você me deixa fraca?

I'm a lightweight 
Eu sou muito leve
Better be careful what you say
É melhor ter cuidado com o que você diz
With every word, I'm blown away
 A cada palavra, eu me desintegro
You're in control of my heart
Você está no controle do meu coração

I'm a lightweight  
Eu sou muito leve
Easy to fall easy to break
Fácil de cair e fácil de quebrar
With every move my whole world shakes
A cada movimento, meu mundo inteiro treme
Keep me from fallin' apart
Impeça-me de cair aos pedaços

Começei a passar os dedos levemente pelas cordas, começando a cantar o segundo verso.

Make a promise please
Faça uma promessa, por favor
You'll always be in reach
Que você sempre estará ao alcance
Just in case I need
Apenas caso eu precise
You there when I call (here when I call)
Você estará lá quando eu chamo (aqui quando eu chamar)
This is all so new
Isso tudo é tão novo
Seems to good to be true
Parece bom demais para ser verdade
Could this really be
Isso poderia ser realmente
A safe place to fall
Um lugar seguro para cair

Light on my heart
Luz em meu coração
Light on my feet
Luz sobre os meus pés
Light in your eyes
Luz em seus olhos
I can't even speak
Eu não posso nem falar
Do you even know
Você sabe ao menos
How you make me weak
O quanto você me deixa fraca?

Jade cantou o refrão e o contra verso junto à mim.

I'm a lightweight 
Eu sou muito leve
Better be careful what you say
É melhor ter cuidado com o que você diz
With every word, I'm blown away
 A cada palavra, eu me desintegro
You're in control of my heart
Você está no controle do meu coração

I'm a lightweight  
Eu sou muito leve
Easy to fall easy to break
Fácil de cair e fácil de quebrar
With every move my whole world shakes
A cada movimento, meu mundo inteiro treme
Keep me from fallin' apart
 aos pedaços
Keep me from falling
Impeça-me de cair

Down drowned in your love
Cair sob o seu amor
It's almost all too much
É quase tudo demais
Handle with care
Manuseie com cuidado
Say you'll be there
Diga que você vai estar lá


I'm a lightweight better be careful what you say
Eu sou muito leve, é melhor ter cuidado com o que você diz
With every word I'm blown away
A cada palavra, eu me desintegro
You're in control of my heart
Você está no controle do meu coração

I'm a lightweight easy to fall easy to break
Eu sou muito leve, fácil de cair e fácil de quebrar
With every move my whole world shakes
A cada movimento, meu mundo inteiro treme
Keep me from falling apart
Impeça-me de cair aos pedaços
Keep me from falling apart
Impeça-me de cair aos pedaços
Keep me from falling apart
Impeça-me de cair aos pedaços
Oh ohhh
Oh ohhh
Falling apart
Cair aos pedaços

Terminamos de cantar. Olhei Jade, e ela estava com os olhos fechados, sorrindo como uma boba. A olhei estranho.
Kat: Jade? Jade? - disse. - Jade! - gritei dessa vez.
Jade: Hã... O que? - sua expressão boba se tornou assustada.
Kat: Por que tá assim? - perguntei enquanto ria, já imaginando o que poderia estar acontecendo. Ela abaixou a cabeça, para não responder. - Own, é verdade.
Jade: O que é verdade?
Kat: Me disseram que você está apaixonada, é verdade.
Jade: O que? Enlouqueceu? Não, eu não me apaixono. Puf! - ela disse a última parte com deboche.
Kat: Ah, Jade! Pensa que eu não sei?
Jade: O que você sabe? - ela arregalou os olhos. 
Kat: Na verdade, nada. Mas, sei que está apaixonada, só ainda não sei por quem.
Jade: O que? Não, você tá louca, Kat! - ela continuou negando, mas desistiu ao ver meu rosto sério. - Tá legal, quem te disse isso?
Kat: Quem você acha que me disse isso?
Jade: Ryan - ela sussurrou entre-dentes.
Kat: Jade, pode planejar a morte de Ryan depois? Íamos cantar, lembra?
Jade: Não, vou acabar com o Ryan agora - ela esbravejou e largou o violão no chão, saindo dali.
É, essa é a hora em que eu vou procurar o Bieber.
Suspirei levantando dali e andando até a porta. Venho suspirando demais de uns tempos pra cá, mas, quer saber? Foda-se. Encostei-me na quina da porta, pegando meu celular no bolso de trás do shorts, disquei o número de Justin, logo levando o aparelho até a orelha. Logo Justin atendeu.
Justin: Alô?
Kat: Biebs, onde você tá?
Jus: Eu estou aqui fora... Ainda.
Kat: Hum - murmurei. - E por que não entra?
Justin: Eu... - escutei alguém gritando seu nome, tão alto que eu escutei pelo celular. - Espera um pouco, Kat... - ele pareceu afastar o celular, pois as vozes pareciam estar longe. - O que quer, Jade? - ele esbravejou. É, claro que era a Jade. - Eu não vou te emprestar meu carro... Por que? Por que eu tenho medo que aconteça com ele o mesmo que aconteceu com o carro que você dirigiu no seu teste de habilitação - ri com aquilo. - Não, Jade...
Depois disso não escutei mais nada. Uns dois minutos depois, escutei gritos ali, o que chamou a atenção de todos ali no corredor. Procurei o lugar de onde vinha o barulho, e logo vi dois loucos correndo e gritando no fim do corredor. Eram Justin e Jade.
Justin corria bem na frente, e Jade tentava o alcançar enquanto berrava.
Eu? Bom, eu tava rindo como uma louca.
Justin parou no corredor, perto de mim, ainda rindo da situação. Levou os braços para cima, como quem se rende. Logo Jade chegou perto de nós dois.
Jade: Justin, me dá a chave - ela disse ofegante, talvez por ter corrido muito.
Justin: Claro. Mas você vai ter que pegar - um sorriso sacana tomou conta de seu rosto.
Jade: E onde tá? - ela cerrou os olhos, provavelmente, com medo da resposta.
Justin: Aqui ô, dentro da minha calça - ele disse com o mesmo sorriso de antes. Eu apenas ria., é, sou maluca.
Jade:Eu não vou pegar aí, seu idiota! - ela gritou brava, apertando os punhos.
Justin: Então, vai ficar sem - ele debochou.
Jade: Argh! - ela descontou um pouco da raiva em seus punhos de novo, logo virou para mim sorridente. - Oi, Kat - ela disse animada. É, produção, isso é o que chamamos de bipolaridade.
Kat: O quê, McCurdy? - disse depois de controlar minhas risadas, o que não foi fácil. 
Jade: Me empresta 10 doláres? - ela perguntou manhosa. Remexi o meu bolso de trás, tirei uma cédula de lá, e entreguei-a para Jade. - Valeu! - ela disse para depois sair correndo pelos corredores.
Ri dela e voltei meu olhar à Justin.
Kat: A chave tá mesmo na sua calça?
Justin: É, mas no bolso - ele riu. - Ainda quer dar uma volta pela faculdade?
Kat: Quero sim - sorri.


Gostaram? Hum?
Então, eu queria me desculpar por demorar tanto pra postar, é que eu realmente não tenho tempo...
Obrigado pelos comentários, Swag Gurls!
Hey, eu queria mudar o design do blog... por que, tipo, não foi eu quem fez esse layout, e eu queria por um feito completamente por mim. Bom, pensando nisso, eu fiz esse Lay (http://kathyjenn.blogspot.com.br/) e esse aqui (http://testegws.blogspot.com.br/), - eu sei que ficaram meio rocker, mas, sou eu, não dá pra mudar - e eu queria que vocês me ajudassem á escolher o melhor... Então, quem puder me ajudar, me fala qual tá melhor, please?

-6 comentários?-


Respondendo os comentários:

Ana cavassini: Obrigado pelo amor, diva!

Bruna: Que bom que você gostou, minha diva! Continuei. O próximo capitulo já está em andamento! É bom ficar curiosa mesmo, heim? Você não tem ideia da reviravolta que vai acontecer aqui. É tão bom saber que você ama minha ib! Pode se sentir muito querida, por que você realmente é querida, okay? Hey, never say never, okay? haha. Kissus :* 


Brenda Garcia: Valeu pelo comentário, fofa!

Anônimo: Continuei, diva!

2 comentários :

  1. Moooor, soou leitora nooovaaa ~pulinhos~ . maiis,contiinuuua, poor favoor .

    ResponderExcluir